Como as redes sociais profissionais auxiliam os profissionais

Como as redes sociais profissionais auxiliam os profissionais

      A internet mudou – e continua mudando – a vida de todos, isso não é novidade. Mas, além disso, ela também dá força para pessoas que desejam mudar de emprego/carreira e têm certo receio em fazer isso. E como a web faz isso? Mostrando exemplos de que sim, é possível obter sucesso em outras atividades e que, utilizando as ferramentas que ela oferece de forma correta, isso se torna ainda mais possível e eficiente. E umas das principais ferramentas oferecidas pela internet são as redes sociais.

Segundo João Vitor Gasparetto, as redes sociais que mais auxiliam o profissional nesse processo são o Facebook e o LinkedIn – com bastante ênfase no segundo. “O LinkedIn é considerado como a maior rede social profissional do mundo. Suas principais funções são auxiliar no contato profissional, negócios em geral, buscar oportunidades de empregos, aumentar e manter o networking sempre atualizado, oferecer uma oportunidade para o seu currículo estar online 24 horas por dia, 7 dias por semana, etc.”, resume o especialista.

Uma das profissionais que percebeu a importância que o LinkedIn poderia ter em sua carreira para tornar essa mudança ainda mais efetiva – foi a farmacêutica Renata dos Santos Amaral, paulistana de 39 anos que trabalhou durante 11 anos em uma indústria farmacêutica nacional de grande porte e que, de forma voluntária, decidiu deixar o seu cargo em outubro de 2014.

Renata já possuía uma conta no LinkedIn desde 2009, porém, as informações disponíveis em seu perfil eram enxutas, sem muitas explanações sobre as atividades desenvolvidas nas empresas em que trabalhou. O perfil era praticamente um currículo resumido.

Ao sair da empresa a qual trabalhou durante mais de 10 anos, a farmacêutica decidiu buscar novos desafios para 2015, e, para passar por esse momento com um bom auxílio profissional, ela contratou uma Consultoria de Carreira e Coaching, para que ela pudesse continuar se desenvolvendo, mesmo estando fora do mercado, e dando andamento ao seu plano de carreira.

“Um dos trabalhos oferecidos pela empresa é a checagem de como o futuro candidato está inserido na mídia e o quão conhecido/popular ele é – e o LinkedIn é um grande ajudante nesse processo. A rede apresenta indicadores que mostram quantas pessoas visitaram meu perfil, qual o grau de relação que eu tenho com essas pessoas, qual a relação percentual de visitação entre uma semana e outra e ainda mostra um gráfico para corroborar as informações. Há outros benefícios na conta Premium, mas a básica oferece todo o mencionado acima”, comenta a profissional.

               Como Renata já conhecia a rede, ela achou que seu perfil estava em boas condições, que apenas precisavam de alguns ajustes – e então Gasparetto provou o contrário. “Foi extremamente inesperada a quantidade de sugestões de alterações no meu perfil observadas pelo João Vitor. Foi como uma grande lista de ‘tarefa de casa’. Comecei a entender a importância do LinkedIn quando ele me disse ‘Renata, essa ferramenta tem muito poder e as pessoas a subestimam. Ali você pode ter contatos profissionais, participar de debates, mostrar do que você é capaz e seu diferencial’”, relembra.

Após receber as orientações, Renata fez as mudanças sugeridas pelo profissional. “Hoje é possível ver todo meu histórico profissional, minha evolução dentro de cada empresa, meu papel dentro da organização, o que me destaca, quais meus pontos fortes, quais ferramentas conheço, cursos que já fiz, quais MBA´s, quais línguas que possuo domínio, enfim, todos os passos da minha carreira até a data de hoje”, diz.

Além disso, a profissional também tornou-se mais ativa em grupos e debates e solicitou recomendações de ex-colegas de trabalho. “Saber o que um ex-colega pensa do seu trabalho, ver que vários deles atestaram muito daquilo que construí ao longo dos anos e ‘assinaram em baixo’ foi muito edificador. A cada recomendação recebida, mais empolgada e agradecida eu ficava”, reconhece.

Toda essa reestruturação,  começou no dia 1º de dezembro. Em menos de um mês, os resultados são impressionantes: 63 recomendações; 407 indicações de competências em atividades diversas; aumento de 308 para 470 conexões; sua colocação de perfis visualizados em comparação com suas conexões era em torno de 150º e atualmente está em 27º. Durante esse pequeno espaço de tempo, a profissional já conseguiu agendar duas entrevistas para emprego de nível executivo.

“Com tudo isso, é possível concluir o quão importante é essa rede, principalmente para quem busca uma recolocação no mercado. Além disso, percebo como é gratificante passar por esse processo com o apoio de um profissional qualificado, que realmente entende os pontos a serem corrigidos e melhorados.
Texto extraído do site Radar 830

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.