Seriedade do processo seletivo

UM PROCESSO SELETIVO É COISA SÉRIA. SE VOCÊ NÃO PRETENDE DEIXAR SEU EMPREGO, NÃO ENTRE NA DISPUTA. 

Um processo seletivo é coisa séria. Se você não pretende deixar seu emprego, não entre na disputa. Headhunters dizem que é comum encontrar gente que está interessada apenas em testar a empregabilidade ou saber se o salário está na média do mercado. Os recrutadores percebem logo quando o profissional está tentando enrolar. Por isso, seja objetivo e evite ficar contando histórias longas.

Veja as 13 maiores mancadas cometidas pelos candidatos, na opinião dos recrutadores:

  1.   Omitir fatores que são requisitos importantes para a posição, como a impossibilidade de mudar de cidade ou de viajar com frequência.
  2.  Discursar autoelogios, usando adjetivos batidos como “dinâmico”, “criativo”, “inovador”, e tudo na primeira pessoa: “eu fiz”, “eu consegui”.
  3.  Perder a linha de raciocínio contando “causos”, ou se justificar em excesso, fazendo papel de vítima.
  4.  Questionar detalhes pouco importantes em uma primeira entrevista, como qual modelo de celular a empresa oferece.
  5.  Faltar ao encontro e não avisar com antecedência, ou cancelar e remarcar várias vezes.
  6.  Não ser transparente ao explicar o motivo do desligamento das empresas em que trabalhou.
  7.  Não dar bola a uma sondagem por estar bem empregado ou por considerar- se muito competente.
  8.  Dar sequência a um processo seletivo apenas para testar a empregabilidade, ou para saber se o salário está na média e desistir depois.
  9. Fazer leilão do tipo “quem paga mais” entre as ofertas da nova empresa e as contrapropostas da empresa atual.
  10.  Manter o celular ligado durante a conversa. Pior ainda quando   resolve atender.
  11. Exceder na ansiedade e ficar perguntando todos os dias sobre o  andamento do processo.
  12. Insistir para que o entrevistador revele o pacote de remuneração, ou a empresa contratante, antes da hora.
  13. Falar de forma negativa ou revelar informações confidenciais sobre as empresas em que atuou e sobre os profissionais com quem trabalhou.

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.