Você é a sua Empresa – Em uma organização, todos são fundamentais

Você é a sua Empresa – Em uma organização, todos são fundamentais

Há poucos dias atrás em uma conversa informal com uma colega de trabalho, falávamos da necessidade de termos pessoas confiáveis nos auxiliando em casa, as conhecidas diaristas ou domésticas, e do quanto estas pessoas são importantes e cada vez mais difíceis de encontrar. Quando chegamos nesse ponto do assunto, minha colega comentou que certo tempo atrás recebeu uma indicação de uma diarista excelente, com somente um dia disponível, e que a mesma não poderia assumir compromisso com ela, pois estava com a agenda repleta, atendendo outras pessoas nos demais dias da semana. Combinaram a data e para surpresa da senhora, um cardápio especial fora especialmente feito para recebê-la, em poucos dias ela conseguiu agendar outra diária, na qual também foi recebida com um bolo, desde então minha colega tem sempre prioridade na agenda desta senhora.
Fiquei surpresa com atitude dela, mas confesso que logo imaginei o quanto esse gesto fez diferença para essa senhora.
Sabemos muito bem que estas pessoas são recepcionadas por muito trabalho e que muitas vezes não recebem nem um “muito obrigado” ou “gostei do seu desempenho”; fica mais fácil imaginarmos o efeito que pode causar um simples agrado, mostrar para a pessoa que por mais simples que seja sua atividade, ela é muito importante para nós.
Torna-se evidente do quanto as pessoas querem e valorizam um gesto de atenção, de respeito e até mesmo de gratidão.
Tomei este exemplo para refletir sobre o maior desafio das empresas que é a retenção dos seus talentos e pensei na grande influência que tem os líderes nas organizações, e que muitas vezes não conseguem colher bons frutos por não conseguirem deixar a sua marca em seus liderados, conduzir essas pessoas a lutarem por seus objetivos e assim desenvolver novos líderes. Principalmente se pensassem mais em servir do que somente serem servidos.
Certamente o resultado seria a obtenção de equipes verdadeiramente engajadas, e desta forma os liderados também pensariam na diferença que podem fazer na vida dos colegas que estão a sua volta e com a empresa quando há sentimento de fazer parte dela, o efeito neste caso é contagiante…
Em uma organização somos engrenagens que dependemos umas das outras para o perfeito funcionamento e quando falamos ou ouvimos que a empresa não valoriza seu funcionário, esquecemos que todos nós somos a empresa e que a valorização vai muito além da questão financeira.
Avalie o que você como empresa espera dos outros e se é o mesmo que você tem feito.

Texto anônimo retirado da Internet

 

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.