O que fazer em 5 minutos para ter qualidade de vida no trabalho

O que você pode fazer em 5 minutos para ter qualidade de vida no trabalho?

Com o processo de globalização, o volume e a intensidade das exigências têm atingido cada vez mais o colaborador. O ritmo frenético ditado por este mundo interligado impõe, diariamente, novos desafios para todos. Tais transformações aumentam consideravelmente a carga de trabalho nas empresas que, por sua vez, exigem cada vez mais empenho de seus funcionários.

Num cenário como este, reforçado por um preocupante quadro de desemprego, fica comum encontrarmos pessoas que deixam a qualidade de vida em segundo plano para se dedicarem mais à profissão. Quantos de nós toleramos desvios de coluna, dores de cabeça, dores em articulações, vista cansada, insônia, dores lombares, excesso de sono, sobrepeso e outros desconfortos diários?

Quantos de nós, em razão de excesso de trabalho, colocamos nossa família, nossos interesses, o lazer, em segundo plano, acarretando com o tempo, a ausência de qualidade de vida pessoal, social e familiar?

Mudar é necessário, saudável e urgente. Esta expressão tem forte relação com o nosso ambiente de trabalho. Muitas vezes, em função do excesso de atividades que temos que desenvolver no ambiente de trabalho, as inúmeras reuniões, o excesso de “toques” no computador, a má-postura, a corrida para nos alimentarmos em apenas 15 minutos, sem falar nas “pressões” do chefe, do cliente, entre tantas outras coisas, nos levam a perder a tão famosa qualidade de vida, que tanto almejamos.

Quem é que nunca parou, principalmente no ambiente de trabalho, e não se fez a pergunta: O que posso fazer em 5 minutos para ter qualidade de vida?

Sabemos que a resposta para isso, vem de um processo diário e freqüente, onde nossas atitudes dirão tudo.

Saber equilibrar o lado pessoal e o profissional é importantíssimo, uma vez que nos leva a enxergar a vida de forma mais prazerosa e saudável.

Entendemos que existe algumas pequenas dicas, que podem ser feitas em 5 minutos e nos levam a aliviar o estresse diário, principalmente aquele tão comum no ambiente de trabalho.

  • Pare, faça uma pausa.
  • Respire fundo, e solte o ar devagarzinho.
  • Fique em pé, se movimente um pouco.
  • Se for possível, vá até ao banheiro, lave o rosto e molhe a nuca.
  • Ingira líquidos. A hidratação é muito importante!
  • Se espreguice. Faça movimentos com a perna e braços, levando a articular o sangue.
  • Neste calor, não esqueça de se hidratar e coloque vestimentas leves.
  • Se tiver uma bolinha anti-estresse, faça movimentos com as mãos e com os pés.
  • Porém, entendemos que existem outras dicas que nos ajudam a aliviar o estresse diário.

No ambiente de trabalho:

  • Planeje
  • Seja organizado
  • Compartilhe
  • Coloque limites
  • Trabalhe em equipe
  • Delegue tarefas
  • Estabeleça metas
  • Saiba lidar com diferenças

Em relação ao aspecto pessoal existem também outras dicas que favorecem a redução do estresse, levando a grande ganho pessoal.

Torna-se extremamente importante, estarmos abertos a mudanças, tantas quanto precisar.

Comece a dedicar algum tempo do dia a si próprio. A mudança pode ser gradativa e cotidiana. Se ao invés de levantar correndo a pessoa passar a se espreguiçar antes de pular da cama, já estressada, vai se sentir melhor. Se passar a dormir mais e dedicar mais tempo a alguma atividade que lhe dê prazer, com certeza constatará que estará rendendo mais no final do dia.

Assim, o tempo passará a ser um amigo, ao contrário do que acontece hoje. Felizmente, o empresariado já está se conscientizando de que um funcionário menos sobrecarregado é mais produtivo e poderá ficar mais anos na empresa, ao invés de produzir muito em apenas um curto período, pois doente ele não rende nada e ainda traz prejuízos para a empresa e a própria família.

MUDAR DE ATITUDE, HOJE É NECESSÁRIO, SAUDÁVEL E URGENTE!

Texto anônimo retirado da Internet

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.