Como se sair bem em qualquer situação

ALGUMAS DICAS DE COMO SE SAIR BEM EM QUALQUER SITUAÇÃO DEVEM SEMPRE AJUDAR POR MAIS SIMPLES QUE POSSAM PARECER.

Algumas dicas de como se sair bem em qualquer situação devem sempre ajudar por mais simples que possam parecer. Sendo o estágio o primeiro contato com o mundo profissional, certamente que já entrar com o pé direito é um grande negócio. Vamos então pensar além do processo de Recrutamento e Seleção do estagiário e nos focar no dia a dia do estagiário.

A função básica do estágio é proporcionar ao futuro profissional a oportunidade de vivenciar e experimentar aquele que será o seu ambiente de trabalho ou, pelo menos, um ambiente muito próximo daquele escolhido para exercer a sua futura profissão. É certo que nem sempre esta possibilidade é factível devido às várias circunstâncias que envolvem a relação empresa/estagiário ou pelas diferentes opções que uma dada profissão tem.
Caso ideal é cumprir o estágio em um setor muito próximo daquele em que vai trabalhar. Eu fiz estágio em uma pequena empresa de telefonia e trabalho na aviação desde o término do estágio. Ramos absolutamente desconectados.

Sabedor da importância do estágio para a formação do profissional e do ser humano, vou deixar aqui algumas dicas muito importantes e que por vezes passam despercebidas tanto pelos representantes das empresas (responsáveis pelo estágio) como pelos próprios estagiários:

1- Aproveite cada dia do seu estágio como se fosse o último. Você conseguiu o que queria e agora vai deixar de lado o aprendizado? Não. Muitas vezes as partes envolvidas se deixam levar pelo fato do estágio poder durar até dois anos e vão acumulando ensinamentos, técnicas, dicas e sugestões. Já presenciei estagiários que tentaram recuperar o tempo perdido quando já estava na última semana para completar seu tempo de estágio. Tenha um plano de estágio delineado e lembre-se que o tempo passa e ninguém percebe.

2- O estágio é um complemento à teoria ensinada na escola de formação. Não é responsabilidade de a empresa dar aula para o estagiário, esta responsabilidade é da escola. Caso ocorra alguma situação em que está sendo solicitado do estagiário durante o estágio é uma informação que ele desconhece, é de sua (estagiário) responsabilidade comunicar ao coordenador de estágios da escola para que esta necessidade seja suprida ainda nesta oportunidade.

3- Os profissionais da empresa nem sempre têm didática. O estágio trás ao profissional, normalmente, uma carga a mais de responsabilidades pois além de suas costumeiras atribuições , ele tem que passar as técnicas de execução da profissão para o estagiário e este profissional nem sempre está preparado ou possui esta habilidade. É muito importante que as duas partes se comuniquem bem para que haja um crescimento mútuo.

4- Aproveite para (re)formar o ser humano além do profissional. Certamente que o objetivo do estágio é a formação profissional mas o fato de estar em contato por um longo período, dá ao profissional a oportunidade de formar o homem (o cidadão) dando dicas de ética, comportamento, disciplina, comprometimento, segurança, responsabilidade social e respeito à empresa e aos colegas. É um tempo de aprendizado mútuo e de muito valor para aquele que está iniciando a vida profissional.

5- Os recursos da empresa são duráveis e requerem cuidado durante seu uso. É sempre bom lembrar que os recursos das empresas, seus ativos fixos, devem permanecer em bom estado de conservação e devem ser usados com critério.

6- Não faça da empresa a sua sala de aula. O local do estágio é para a formação profissional e não para estudar para a matéria da prova do dia seguinte ou até do mesmo dia.

7- É tempo de amadurecer. Você está se preparando para uma vida profissional cheia de desafios e metas então que tal aproveitar o período de estágio para fazer esta adaptação? Parece uma boa idéia, não? Aprimore (ou desenvolva) capacidades tomando como referência os bons profissionais que estarão em contato com você. Modo de se vestir, falar, apresentar problemas e soluções, executar as tarefas nos prazos determinados e com a qualidade exigida são bons indicativos de que um bom profissional está sendo formado.

8- Entenda o que aquela empresa produz. Não passe pela empresa, conviva com ela durante o período de estágio. Saiba o que ela faz, sua função, seus clientes, sua participação no mercado, etc. Você pode surpreender alguém com o seu conhecimento e isso é muito bom e pode contar pontos para você. Só não precisa ficar declamando a visão ou a missão como se fosse um poema porque aí já é demais.

9- Você é parte da empresa. Muitas vezes os estagiários são levados a pensar como se não fossem parte da equipe, isso é um erro grave. Mesmo não sendo registrados e tendo suas ações supervisionadas, eles devem se comportar e devem ser tratados como tal. Esta simples atitude alinha pensamentos e dá sinergia ao grupo. Participar de reuniões é muito importante. Se o seu supervisor não te convocar para uma reunião que você percebe que deveria participar, fale com ele. É muito importante que todos tenham conhecimento do que será executado, qual o plano de execução e qual a participação de cada um nesta execução e você é parte do time, ou não é?

10- Assuma a sua posição na vitória e na derrota também. Certamente tudo é muito bom quando o time está vencendo mas nem sempre isso é possível e você é parte deste time. Confraternize nas vitórias mas lembre-se de chorar nas derrotas. Desta forma todos vão te reconhecer como parte da equipe.

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.