Como oferecer novas vagas

ANTES DE FAZER O PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE UM ESTAGIÁRIO, A EMPRESA DEVE PREPARAR UM PROGRAMA DE ATIVIDADES QUE SEJA COMPATÍVEIS COM O CURSO DE ESTUDANTE, TENDO COMO PREMISSA OFERECER O APRENDIZADO E O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL.

Este mapeamento pode ser realizado pelo departamento de recursos humanos da empresa ou por instituições especializadas na contratação e oferta de vagas regulares para estagiários. Atualmente a HR Hunter disponibiliza uma área da Consultoria para fazer a ponte entre quem quer contratar e quem está disponível, além de oferecer apoio na seleção, na documentação e na administração do estágio.

Como oferecer novas vagas?

Confira as dicas e os procedimentos sobre como estruturar um bom programa de estágios, de acordo com a gerente de treinamento da Nube, Carmen Alonso.

  • Horário de estágio – deve estar em consonância com o horário escolar. O artigo 10 da nova lei de estágio 11.788, de 25 de setembro de 2008,  define a carga horária máxima para estágio em seis  horas por dia e 30 horas semanais, para estudantes de ensino superior, médio técnico e médio regular.
  • O conteúdo programático do curso do estagiário deve ser compatível com as atividades a serem desenvolvidas na empresa.
  • Considere o calendário escolar do estudante – geralmente semestral – para definir a complexidade das atividades a serem delegadas.
  • Segundo o inciso I do Art. 3º da lei 11.788, é fundamental acompanhar se ele está matriculado e frequentando regularmente o curso. Para facilitar esse acompanhamento, o inciso IV, do Art. 7º da lei define a obrigatoriedade da “apresentação periódica, em prazo não superior a 6 (seis) meses, de relatório das atividades”.

A procura

A empresa pode avaliar amostras de comportamento do candidato por meio de dinâmicas de grupo e entrevistas, lembrando que para cada cargo, há diferentes competências a serem apresentadas pelo candidato.

São diferenciais, mesmo entre os estagiários, as competências comportamentais como pró-atividade, inteligência emocional, boa comunicação e relacionamento interpessoal, além de conhecimento técnico, informática e idiomas, inclusive o bom domínio da língua portuguesa.

Um bom canal tanto para a divulgação quanto para a seleção desses candidatos tem sido as redes sociais. Para Carmen, divulgar na web tem um alcance viral.

“Além dos tradicionais anúncios em instituições de ensino, sites de busca e a contratação por empresas de consultoria,  as redes sociais têm papel fundamental na construção da imagem da empresa e, consequentemente, na atratividade para este público”, conclui.

 

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.