Planejamento estratégico e as técnicas de RH

Planejamento estratégico e as técnicas de RH.

Todos nós, sem exceção, somos corresponsáveis pelo sucesso, ou não, do cumprimento do planejamento estratégico. É bem verdade que existem muitas variáveis externas que influenciam o sucesso das empresas como, por exemplo, disponibilidade de mão de obra, nível desta mão de obra, crescimento econômico, concorrência e a própria situação do mercado. Somos fortemente influenciados por acontecimentos externos ao nosso negócio, contudo, não podemos perder a perspectiva de que os recursos humanos das empresas são os responsáveis diretos por implantar o que foi decidido no planejamento estratégico.

Neste sentido, e sem isentar as pessoas desta responsabilidade, a área de Recursos Humanos possui uma grande oportunidade de reunir e engajar as pessoas com a missão, visão e valores da empresa, tornando a execução de tarefas mais consonantes com as estratégias empresariais.

É incrível, mas em uma grande empresa da área de serviços que diagnosticamos, descobrimos que cerca de ¼ das tarefas executadas não agregavam valor ao negócio e estavam distantes das estratégias definidas pela alta diretoria.

Qual o motivo de tamanho desvio de caminhos?

Em primeiro lugar ocorreu uma forte desatualização do planejamento estratégico, pois o mesmo ficou mais de três anos sem revisão. O mundo mudou muito neste período, a capacidade competitiva da empresa também e mais ainda os seus recursos humanos.

Em segundo lugar percebeu-se a falta de participação da área de RH no próprio processo de planejamento estratégico. Inclusive esta área não foi convidada para discutir as estratégias e diretrizes da empresa por não possuir (na época) um Diretor de recursos humanos.

 

Texto escrito por Roberto Madruga

 

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.