Seleção por Competências é a melhor opção?

Seleção por Competências é a melhor opção?

Selecionar significa investigar aqueles profissionais que mais combinam com uma determinada proposta de trabalho, aliado aos objetivos estratégicos da empresa e aos seus desafios, incorporando a competência do candidato ao resultado esperado pelo acionista. Não se trata de escolher o melhor, mas o candidato mais apropriado a um perfil de cargo, a uma vaga, a uma empresa, a um desafio, a uma competência.

Com as mudanças ocorridas ao longo dos anos, a seleção de profissionais não tem como único fim o preenchimento das vagas, mas também o ajuste adequado do candidato – vaga – organização, visando os resultados em curto prazo, onde o candidato merece o destaque.

A preocupação com a excelência de um processo de seleção é vantajosa por diversas razões, mas entre elas destaco: redução dos investimentos no processo de contratação, diminuição do turnover e do absenteísmo, menor investimento em programas de integração e no período de adaptação até que o candidato apresente resultados, menor investimento de treinamento, manutenção do ritmo de produção e a redução dos valores no processo de desligamento.

Uma visão macro de Gestão de Pessoas – assim como de toda a organização, de sua política, de sua cultura, de sua estrutura, de seu plano estratégico e de suas metas, – é indispensável ao profissional que está conduzindo o processo seletivo, além do conceito de mercado, de empregos, a sua influência na economia do país e da empresa, e, por consequência, as suas decisões para as atividades de recrutamento e de seleção.

Os processos seletivos atualmente, mais do que conhecimentos técnicos da função, buscam também, e principalmente as competências necessárias para ocupar um determinado cargo. Tal fato se produz em função da consciência adquirida pelos empresários de que são estes os fatores que levam as organizações para um maior desenvolvimento, acrescendo a sua produtividade e o seu lucro. Este deve ser o objetivo de um processo seletivo estratégico.

Texto escrito por: Elizenda Orlickas 

 

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.