Seleção por Competências

Atualmente, muito se tem falado sobre seleção por competências tendo em vista que é crescente o número de empresas que adotam essa técnica para selecionar seus funcionários. Mas o que são competências? Segundo Pierry (2006) competência é um traço, uma característica da personalidade do indivíduo que o torna competente ou competitivo dentro do seu espaço de responsabilidade. Se considerarmos cada característica uma competência pode-se dizer que existem diferentes competências.

Por exemplo, força física, motivação, visão de longo prazo, iniciativa, são consideradas competências.

Para outro pesquisador, Fleury (2001 citado por Reis 2003) competência é um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes que afetam a maior parte do trabalho de uma pessoa, e que se relacionam com o desempenho no trabalho; a competência pode ser mensurada, quando comparada com padrões estabelecidos, e desenvolvida por meio de treinamentos. De acordo com o conceito desse autor às competências podem ser observadas na situação cotidiana de trabalho e/ou em situações de testes, onde se pode verificar de forma integrada as atitudes assertivas das pessoas assim como as características pessoas e conhecimentos adquiridos. Conforme Reis (2003) a competência só se estabelece quando os fatores conhecimento, habilidades e atitudes encontram-se interagindo de forma dinâmica nas diferentes realidades vivenciadas pelo sujeito.

Entrevista de Seleção com Foco nas Competências Comportamentais:

Conforme Reis (2003) na entrevista com foco em competências comportamentais o desempenho passado constitui o melhor indicador do desempenho futuro, tendo como principal objetivo investigar a presença ou a ausência das competências no comportamento do candidato, diminuindo a subjetividade.

Entre os aspectos que diferenciam a entrevista comportamental em relação à entrevista tradicional destacam-se:

Planejamento da entrevista: com base no perfil de competências, a serem verificadas no momento da entrevista. O perfil de competências compreende as competências técnicas e comportamentais, e é montado a partir das atribuições ou descrição de cargo atualizada, áreas físicas da organização, equipamentos, cultura da empresa, cultura da equipe, perfil do líder da equipe, principais desafios e dificuldades do cargo e características principais do cargo.

Entrevista Personalizada: para cada perfil de competências será elaborada uma entrevista;

Entrevista Estruturada: consiste numa entrevista com perguntas abertas com verbos de ação no passado, focadas nas competências a serem verificadas, analisadas e avaliadas, a fim de investigar o comportamento passado do candidato em situações específicas.

Perguntas Planejadas: as perguntas devem ser formuladas pelo entrevistador de modo que a resposta do candidato envolva contexto, ação e resultados.

Perguntas com foco em Competências Comportamentais:

Para Reis (2003), na entrevista comportamental o entrevistador faz perguntas específicas ao perfil de competências, atingindo dessa forma a objetividade. A partir da utilização de perguntas abertas o entrevistador induz o candidato a respostas completas, mas isso não significa que em alguns momentos não serão necessárias perguntas com a intenção de um maior esclarecimento e intervenções em momentos apropriados a fim de saber mais detalhes. Portanto, nesse tipo de entrevista cada pergunta tem o objetivo de verificar a presença ou ausência de uma ou várias competências.

Referências Bibliográficas:

PIERRY, F. Seleção por Competências: o processo de identificação de competências individuais para recrutamento, seleção e desenvolvimento pessoal. São Paulo: Vetor, (2006).

 REIS, V. A entrevista de Seleção com Foco em Competências Comportamentais. São Paulo: ABRH-Qualitmark, (2003).

HR Hunter, Consultoria de Recursos Humanos do Rio de Janeiro, tem como expertise: Recrutamento e Seleção, Treinamento Comportamental, Plano de Cargos e Salários, Pesquisa de Clima e Coaching.